noComentários

5 dicas de jardinagem para sua área externa

Com da pandemia do COVID-19, as pessoas começaram a valorizar cada vez mais sua qualidade de vida, investindo em casas com mais espaço no jardim e opções de lazer. Inclusive, a procura por imobiliária em Itapema, localizada no litoral catarinense, aumentou significativamente, visto que além de ser uma região em expansão, promove grande bem-estar aos moradores. No entanto, é fato que ter uma casa com jardim não é tão simples, sendo necessário investir em uma boa decoração, a fim de tornar a área mais aconchegante e confortável.

Então, pensando nisso, preparamos o post de hoje para você que está se mudando ou já mora em um imóvel com jardim, com 5 dicas de jardinagem para sua área externa.

1. Paisagismo cenográfico

O paisagismo cenográfico é uma solução muito utilizada em filmes, séries de TV, novelas e até mesmo em festas. No entanto, é totalmente possível criar um ambiente semelhante para os projetos de jardins residenciais, com ambientes temáticos e bem decorados. Graças ao nosso clima tropical, é possível ousar com as mais diferentes espécies de plantas, criando verdadeiros cenários.

No entanto, devemos lembrar que para poder aproveitar o espaço por completo, é importante ter um toque final com a decoração que atenda aos seus gostos. Por isso, como vamos detalhar mais a frente, não deixe de incluir móveis, uma boa iluminação, objetos decorativos, etc.

2. Plantas adequadas

Para criar um jardim incrível, existem algumas plantas que podem ser mais interessantes, oferecendo um efeito realmente cenográfico. Além disso, são ideais para esse tipo de ambiente, pois são mais resistentes e preferem os terrenos maiores. Confira abaixo algumas das principais:

  • Costela de Adão: pode ser cultivada em vasos, mas exige que a drenagem seja feita com brita ou argila expandida, para evitar que as raízes fiquem encharcadas;
  • Agave: possui pequenos espinhos nas pontas da estrutura, sendo recomendado evitar o plantio em áreas de grande circulação;
  • Agave-dragão: bem larga, lembrando uma grande suculenta e que se multiplica com facilidade;
  • Árvore do Viajante: altamente resistente e com folhas incríveis, em formato de leque;
  • Yucca: arbusto ornamental para canteiros ou vasos.

3. Iluminação

Não podemos deixar de lembrar da importância da iluminação. Isso porque, o jardim não é utilizado somente durante o dia, sendo uma ótima área de lazer para receber os amigos à noite. No entanto, para isso é importante que o espaço esteja adequado a esse período e nada melhor do que um bom projeto de iluminação. Aqui, você pode instalar pequenos postes de luz, além das luminárias que ficam enterradas, promovendo um efeito diferenciado ao local. Além disso, cordões de luz são um verdadeiro charme, sendo ideais para iluminar um cantinho aconchegante no jardim.

4. Decoração

Obviamente, as próprias plantas serão o grande destaque do jardim. No entanto, utilizar objetos decorativos da forma certa ajuda a realçar a beleza do ambiente. Alguns acessórios famosos e fáceis de encontrar são chafarizes, sinos de vento, lareiras, duchas, tendas, etc. Por outro lado, para quem quer ousar e economizar, basta colocar a criatividade para funcionar e reaproveitar alguns materiais de forma inteligente. Alguns itens inusitados podem ser transformados em enfeites diferenciados no jardim, reforçando seu conceito artístico, além de econômico. Alguns exemplos de objetos interessantes para utilizar são pneus, galochas, chaleiras, conchas de sopa, copos de vidro, xícaras, potes de conserva, latas, caixotes de hortaliças, paletes, etc.

5. Móveis confortáveis

Se você quer transformar seu jardim em um ambiente perfeito para receber convidados durante o dia ou à noite, saiba que investir em móveis confortáveis é uma excelente pedida. Afinal, além de promover aconchego às visitas, você também pode aproveitar as peças no dia a dia, seja para ler um livro, descansar ou simplesmente admirar a paisagem que criou.

A boa notícia é que existe uma grande variedade de mobiliário disponível no mercado, com os mais diferentes materiais e para atender a todas as necessidades. No entanto, independente de qual escolher, lembre-se que eles precisam ser resistentes às mudanças climáticas e fáceis de limpar. Alguns ótimos exemplos são mesas de apoio, cadeiras, poltronas, gaveteiros, espreguiçadeiras, redes, aparadores, ombrelones, caixas para guardar lenha, sofás, entre outros.

Mas, devemos lembrar ainda que existe a possibilidade de usar peças antigas, basta colocar a criatividade para funcionar e fazer uma pequena restauração. Inclusive, quando bem pintados e envernizados, os móveis se transformam, oferecendo um ambiente de total conforto, acolhimento e diversão. Além disso, eles podem ficar em destaque, junto com peças novas, como vasos, ou ainda ganharem uma nova utilidade, como os carrinhos de mão usados como floreiras.

Então, com as dicas do post de hoje temos certeza que você irá transformar sua área externa, conferindo maior aconchego, conforto e beleza ao ambiente. Lembre-se que se não tiver conhecimento ou tempo suficiente, uma boa dica é contar com a ajuda de um paisagista, pois assim ele irá criar um espaço que atenda suas necessidades, preferências e orçamento, com muita beleza e organização.

Responder