noComentários

Como o IPCA influencia o mercado imobiliário?

IPCA, índice de preços ao consumidor amplo, é uma estatística referente aos cálculos de juros relativos aos financiamentos imobiliários, tendo uma importância significativa quando se pensa em adquirir um imóvel. 

Desta forma, é importante, antes de entrar no mercado imobiliário, saber as principais influências que permeiam esse setor, por isso que esse artigo reuniu alguns pontos necessários sobre o IPCA dentro do setor imobiliário. Quer saber mais sobre esse assunto tão atual? Continue a leitura!

Como funciona o índice de preços ao consumidor amplo?

Geralmente, o IPCA pode ser confundido com o TR, pois ambos têm a mesma lógica, que funciona a partir de uma taxa prefixada de juros em conjunto com uma variação do índice de preços ao consumidor amplo do ano, ou seja, existem duas variantes: uma que não será alterada e outra que irá variar de acordo com o percentual calculado do ano.

Essa mudança irá influenciar diretamente nos valores que serão cobrados pelos credores, fazendo com que essa taxa seja variável e os valores a serem pagos no final sofrerão com essas alterações de mercado, em uma espécie de alpinismo industrial. Mostrando, assim, que o mercado imobiliário segue também um fluxo ativo de movimentações financeiras presentes no mercado.

Influência do IPCA no mercado imobiliário

Ainda assim, o índice de preços ao consumidor amplo (IPCA) traz consideráveis vantagens ao consumidor quando se comparado ao TR, pois quando se trata de previsibilidade nas variações, o IPCA é menos variável e, portanto, sofre menos oscilações de valores, o que beneficia o meio imobiliário.

Além disso, outro benefício do IPCA foi a adoção recente da mudança no limite de renda de um comprador, significa que nos financiamentos com o TR comprometiam até 30% da sua renda total comprovada, agora, com o índice de preços ao consumidor amplo, é possível fazer a mesma coisa com 20%. Ajudando uma indústria de filtro coalescente, por exemplo, a conquistar um espaço próprio para instalar a sua empresa.

Isso demonstra uma notável mudança positiva no mercado imobiliário, proporcionando uma forma muito mais prática de pessoas e empresas de conquistarem o seu imóvel próprio, além de gerar juros menores, favorecendo o surgimento de mais microempresas dispostas a movimentar o mercado financeiro e também agregar valores significativos dentro do mercado imobiliário.

Além disso, com o IPCA é possível fazer com que o seu investimento em um imóvel seja mais seguro devido ao fato de que agora o banco vai poder “compartilhar” com você o risco de aumento na inflação, por isso que essas vantagens estão tão latentes no mercado, para que essas  taxas prefixadas possam vir a cair com o intuito de diminuir o valor final do imóvel.
Por isso, é essencial, tanto quanto um projeto de incêndio, ficar de olho nas movimentações dessa taxa, pois, com a baixa da inflação é possível fazer com que a taxa do índice de preços ao consumidor amplo (IPCA) seja benéfico para o valor final do imóvel, então estar atento a essas mudanças muda totalmente a visão de alguém que está nesse meio, ativa ou passivamente.

Responder