noComentários

Cozinha: 7 erros que você deve evitar

Você sabe quais são os erros mais comuns na organização da cozinha? Confira dicas especiais para corrigir 7 erros na organização da cozinha.

A cozinha é um ambiente da casa em constante transformação. Nela, preparamos e consumimos refeições diárias e nos reunimos com pessoas queridas em momentos especiais. No entanto, por maior que seja o espaço de sua cozinha, existem alguns fatores que devem ser bem pensados e planejados no momento de decorar e organizar a cozinha.

1. Arrumar, mas não organizar a cozinha

Um fator determinante para a eficiência da sua organização de cozinha é compreender, afinal, a diferença entre arrumação e organização. Você acha que são a mesma coisa?

A arrumação é aquela geral que damos em casa, cujo objetivo é estético, deixando o cômodo rapidamente agradável. Organizar é se dar conta de tudo aquilo que você tem e selecionar o que é pertinente para o seu dia a dia, criando soluções práticas e otimizando espaços. Conhecer essa diferença entre arrumar e organizar é o primeiro passo para não cometer mais erros na organização da cozinha.

2. Guardar objetos que não usa achando que vai precisar um dia

Essa é a fase de reconhecer seus apegos e maus hábitos para transformá-los. É comum ficar com uma sensação de perda quando você se depara com um item que não usa e automaticamente seu cérebro manda o gatilho: e se eu precisar disso no futuro?

Se você não se lembra da última vez que usou ou não consegue citar uma ocasião futura concreta em que o objeto poderá ser útil: é um erro continuar guardando! Corrija esse erro com a lei do desapego, fazendo check-ups frequentes do que possui.

3. Organizar a cozinha por critério de beleza e não de funcionalidade

É claro que uma cozinha bonita, ou seja, uma cozinha organizada esteticamente é o que todo mundo deseja. Mas você já parou para pensar se essa organização é funcional para o seu dia a dia? Às vezes, deixamos na parte da frente do armário da cozinha aquilo que não utilizamos com frequência. Essa atitude é contra produtiva: o correto é deixar itens utilizados no dia a dia mais acessíveis.

4. Não fazer um plano de organização

Antes de abrir o armário da cozinha e começar a tirar os objetos, se questione: Quem utiliza esse espaço? Qual é a função de cada objeto? Por que a cozinha está tão desordenada? Eu realmente preciso de tudo isso?

Depois, basta determinar o lugar certo de cada objeto e manter sempre lá. A partir disso, a organização funcionará somente com uma manutenção, economizando seu tempo a curto e longo prazo.

5. Apertar ou empilhar objetos no armário

Se você tiver mais objetos do que o espaço disponível, faça uma análise crítica do que realmente é necessário manter na cozinha e recorra a alternativas, como organizadores aramados para otimizar espaços.

6. Esconder as coisas na despensa

Na despensa, tente organizá-la de um jeito que você consiga identificar de cara o que tem ali. Deixar sua despensa desorganizada, com alimentos escondidos ou pouco visíveis, é um erro que atrapalha o seu dia a dia.

7. Não aproveitar todo o potencial de armazenamento

Sabe aqueles espaços embaixo da pia? Ou aqueles cantinhos pouco aproveitados do armário? Coloque divisões ou outros tipos de organizadores aramados usando esses espaços para guardar tudo aquilo que você não quer deixar à vista e tem dificuldade de encontrar no dia-a-dia.

Leia também:

Decoração de porão: 3 ideias para inspirá-lo
4 ideias criativas para decorar a área externa
Aplicativos para ajudar a organizar a casa: veja os 6 melhores!

Responder