noComentários

IMOB: O que é esse indicador?

Índice Imobiliário, ou IMOB, é uma forma de representação de como está a média da performance atual do mercado imobiliário, o que significa dizer que ele vai indicar um retorno completo e regular de uma aplicação em particular, assim sendo muito requisitado por investidores para compor estratégias mais objetivas, tendo boas vantagens em fazer esse índice de base.

Assim, esse indicador imobiliário vai proporcionar uma forma efetiva de saber como andam as movimentações no mercado imobiliário, servindo como uma esteira industrial para garantir que o investidor possa ter o melhor resultado do seu investimento. 

Por isso que esse artigo reuniu algumas informações importantes sobre o índice imobiliário para fazer com que mais pessoas possam ter acesso às movimentações do mercado imobiliário, setor que tem grande influência atualmente. Quer saber mais sobre esse assunto? Continue a leitura!

Indicadores imobiliários

Antes de adentrar no mercado imobiliário ativamente, é importante se ater ao que são os indicadores imobiliários, responsáveis por gerir dados aos componentes desse setor e indicar o melhor momento de investimento. Ou seja, servem como bandeiras para garantir ao consumidor os períodos ideias para investir em um imóvel seguindo as movimentações que esse mercado apresenta, como se fossem válvulas de segurança.

Assim, esses indicadores vão sustentar informações preciosas sobre o mercado imobiliário a partir da análise do cenário econômico para saber o melhor momento de fechar um negócio, pesquisando sobre os impactos e influências que irão gerar nesse desenvolvimento.

E para fazer parte desse meio, é importante seguir alguns requisitos básicos, disponibilizados pela tabela realizada pela B3, que evidencia que o IMOB funciona como uma carteira ativa dentro da área imobiliária e da construção civil, os requisitos são:

  • Ter uma presença em 95% pregões desde os primórdios da negociação;
  • Não pode ter uma intervenção externa;
  • Não pode ter pendências judiciais ou extrajudiciais;
  • Não pode estar em uma situação de diferente de listagem;
  • Ter uma forma de regular de administração especial;
  • Ter uma oferta pública de um período de 3 carteiras anteriores; 
  • Terem taxa a serem negociadas acima de 1% 

Dessa forma, é possível garantir os efeitos positivos dessa estatística a partir de uma análise crítica sobre a sua representatividade de mercado, o que vai fazer com que os investidores tenham um fundo de segurança para conseguir se manter dentro do setor imobiliário e a garantia de que eles podem estar ali. 

Investimento no IMOB

Para investir no índice imobiliário é preciso estar ciente que não há como fazer isso diretamente, o que significa que para entrar nesse negócio é necessário fazer investimentos indiretos em empresas que integram o IMOB para criar uma base de carteira de ativos dentro do índice.

É importante também levar em consideração a análise da empresa antes de investir seu dinheiro nela, pois é necessário saber como é o seu funcionamento, lucratividade e estabilidade de mercado, o que favorece o seu investimento, pois poderá garantir, de forma segura, que ele não será perdido.

Além disso, ter em mente sobre possíveis crises imobiliárias, inflação, instabilidade da união e outros fatores externos, como a alta do dólar, por exemplo, que pode influenciar diretamente no seu investimento, impactando de maneira negativa e significativa em como seu dinheiro irá ser investido.

Por isso, o IMOB é um indicador que oferece uma boa estabilidade de investimento, sendo um indicador seguro e que pode servir como um meio de segurança, assim como uma mangueira de incêndio. Então, esteja atento aos fatos externos de instabilidade antes de investir, mas que vale a pena ser estudado.

Responder