noComentários

O que é o Mercado imobiliário?

Um dos setores mais fortes da economia é o imobiliário, pois ele está associado ao setor da construção civil, um dos mais estáveis e importantes para o desenvolvimento do país. Além disso, o segmento é extremamente relevante para vários setores, desde uma empresa de calibração a uma loja de roupas, é necessário que a organização tenha um ambiente estratégico para a realização das atividades.

É claro que as pessoas físicas também formam o público do setor imobiliário, que buscam realizar o sonho da casa própria ou alugar um imóvel residencial. Outra questão importante, é que o segmento é alvo de investidores, que veem a oportunidade de obter excelentes lucros. Para entender melhor sobre o mercado imobiliário, prossiga a leitura.

Mercado imobiliário: o que é?

De maneira objetiva e simples, o mercado imobiliário nada mais é que a negociação de compra, venda e aluguel de imóveis, que tanto podem ser residenciais quanto comerciais. Ou seja, atende desde empresas fabricantes de equipamentos, como um compressor de ar odontológico, por exemplo, que requer um ambiente específico, a pessoas que procuram apartamentos e casas para morar.

Engloba o setor imobiliário a venda e aluguel dos mais diversos tipos de construção, como:

  • Galpões e parques industriais;
  • Terrenos;
  • Lotes;
  • Sítios;
  • Chácaras;
  • Fazendas.

Além do espaço, em alguns casos também é vendido tudo que há dentro do imóvel, como mobiliários, estruturas e até mesmo maquinários e peças como roletes industriais, situação comum de empresas que adquirem imóveis de instalações fabris específicas.

Principais benefícios de investir no segmento imobiliário

Valorização com o tempo: em muitos casos, quem compra um imóvel tem a possibilidade de obter alta lucratividade com a valorização. Ademais, o próprio investidor pode aumentar o valor de mercado do espaço com investimentos em melhorias.

Possibilita ter gerar renda extra: um dos objetivos da compra de imóveis é a obtenção de uma renda extra, advinda do aluguel do espaço.

Ampla diversidade de opções: há imóveis dos mais diversos tipos, desde os padrões até os de luxo, que possibilitam maior diversidade de investimentos.

Boa margem de segurança: diferente de outros investimentos, o imobiliário é que tem uma margem de segurança maior, uma vez que é menos provável acontecer a desvalorização do imóvel.

Tendências do mercado imobiliário

Imóveis sustentáveis: com a maior preocupação com relação a questões de redução dos impactos ambientais, as construções estão cada vez mais sustentáveis, com mecanismo que não apenas preservam a natureza como geram economia.

Adoção de sistemas tecnológicos: cada vez mais os imóveis estão inteligentes com o emprego de soluções tecnológicas variadas que aumentam o conforto, a praticidade e elevam a segurança.

Expansão de vendas virtuais: com a pandemia, as vendas online se intensificaram e agora são um novo padrão em que pessoas e empresas podem analisar o imóvel por meio de tecnologias como a realidade virtual e comprar sem se deslocar.

Aumento do crédito imobiliário: a expectativa do setor é o crescimento da disponibilidade de maior crédito imobiliário, o que deve impulsionar o segmento.

Esperamos que esse artigo tenha explicado melhor sobre o mercado imobiliário. Se gostou do conteúdo, não se esqueça de compartilhar em suas redes sociais

Responder