noComentários

Qual luz solar evitar em seus móveis

Na hora de comprar ou alugar um imóvel é importante se atentar a alguns pontos essenciais que farão a diferença quando for, de fato, fazer uso dele, que podem ser difundidos em plataforma de divulgação desse tipo de conteúdo. Isso significa que questões como onde a luz do sol vai chegar, se a ventilação está de acordo, como está a questão da tubulação e outros podem ser pontos a serem vistos com mais cuidado. 

Sendo assim, é importante também verificar qual luz do sol pode acabar prejudicando a vida útil dos seus móveis, pois ainda que a iluminação solar traga diversos benefícios, é essencial verificar até que ponto a sua incidência pode ser um problema para os moradores de um imóvel, seja ele residencial ou empresarial. 

Dessa maneira, pensando no bem estar das pessoas e na durabilidade dos móveis deles, é significativo pensar na posição que os raios de sol estarão posicionados para que não haja uma incidência muito forte nos seus móveis e acabar por danificá-los. Quer saber mais sobre isso? Continue a leitura!

Posição dos raios solares

Um imóvel precisa de luz solar para que não fique com bolor e também para que não precise de muita energia elétrica, previsto pela automação predial, pois isso garantirá vários benefícios, como um custo benefício a longo prazo – principalmente nas contas de energia -, além de promover uma forma de consumo muito mais sustentável, onde só será preciso fazer uso da eletricidade quando a luz solar já não for tão poderosa. 

Contudo, é útil verificar a posição que esses raios estão incidindo em seus móveis, pois ele poderá desgastar tanto o material quanto a pintura dele, fazendo com que a sua vida útil possa até reduzir consideravelmente, e isso vai gerar prejuízos. Então, estar atento a essas dicas pode mudar totalmente a sua forma de decorar o seu imóvel:

Luz do sol da manhã 

Com uma maior incidência de raios solares UV a partir das 10h da manhã, é melhor evitar que móveis mais frágeis, como tapetes de algum material menos resistente, mesas que tem pinturas claras e cortinas com tecidos coloridos, tenham contato direto com essa incidência solar, pois ela poderá desgastar e até desbotar a tinta desses itens, fazendo com que eles percam partes essenciais da sua coloração, ficando desbotados. 

Luz do sol da tarde 

Até as 4h da tarde ainda persiste uma alta incidência de raios solares UV, porém com o aumento da temperatura significativamente pela posição do sol em relação à Terra, ou seja, é possível que esses raios possam não apenas desgastar a pintura, mas a estrutura do móvel em si, principalmente os de madeira, pela dilatação que a madeira tem quando exposta a grandes temperaturas.

Recomendações 

Por isso, caso não tenha a opção de fazer com que esses tipos de móveis tenham pouco contato com essa incidência solar, recomenda-se o uso de cortinas mais escuras ou a utilização de outros materiais que são mais resistentes a esse tipo de incidência solar, como os de ferro ou fibra para ambientes externos e utilização de materiais sintéticos para o ambiente interno. 

Assim, é possível garantir uma melhor duração dos seus móveis e também que o imóvel por inteiro não fique quente, pois esses móveis também acabam por subir a temperatura do ambiente, gerando desconforto térmico. Seguindo essas recomendações o seu ambiente poderá ser muito mais harmônico. Além disso, é importante que a própria prospecção industrial de uma empresa de imóveis já possa fornecer essas informações.

Responder