Como Decorar Sua Sala de jantar Gastando Pouco

Como Decorar Sua Sala de jantar Gastando Pouco – Fazer as refeições principais no sofá assistindo TV não é um hábito saudável e isso já foi comprovado em diversas pesquisas. Além de não prestar atenção de fato no que se está comendo, esse hábito também pode impactar a relação da família. Sendo assim, um ambiente que antigamente era muito usado, hoje em dia vem retornando às casas e apartamentos, que nada mais é do que a sala de jantar. Inclusive, pessoas em busca de um novo imóvel costumam informar à imobiliária a necessidade desse tipo de ambiente. Portanto, se você acabou de se mudar ou deseja reformular seu espaço, acompanhe o post de hoje e veja algumas dicas sobre como decorar sua sala de jantar gastando pouco.

A decoração da sala de jantar

As refeições em família são ideais para criar bons momentos e compartilhar suas experiências e situações do dia a dia, principalmente com a rotina cada vez mais corrida. Portanto, a sala de jantar é uma ótima maneira de estreitar os laços familiares e com os amigos enquanto aproveitam uma boa refeição.

No entanto, para que esses momentos sejam realmente marcantes e bem aproveitados, é importante investir na decoração. Afinal, é por meio dela que você irá determinar os móveis e iluminação mais adequados, por exemplo. Mas, é importante deixar claro que isso não significa que a decoração precisa ser cara e extravagante. Sendo assim, o grande truque para decorar sua sala de jantar gastando pouco é planejamento. Acompanhe abaixo as principais dicas:

  1. Avalie o espaço disponível

Depois de criar seu planejamento e estipular um orçamento máximo para os gastos da sala de jantar, você deve começar o projeto. O primeiro passo para decorar o ambiente gastando pouco é analisar o espaço disponível, medindo todos os cantos. Ainda que a tendência seja de os móveis cada vez mais compactos, é importante pensar no conforto de quem irá utilizar o ambiente, considerando então o tamanho dos móveis e o espaço disponível para circulação.

Aqui, a medida mais importante é a distância entre a mesa e a parede, ou outro móvel, como o aparador ou cristaleira. O ideal é que essa área tenha 1,20 metros, mas se não for possível, o mínimo recomendado é de 90 centímetros. Esse simples detalhe irá fazer com que as pessoas transitem pela sala sem dificuldade e que as cadeiras possam ser movimentadas confortavelmente.

  1. Escolha os móveis certos

É essencial que os móveis tenham dimensões e formatos adequados para o tamanho disponível de sua sala de jantar. A mesa, que é o principal móvel, exige uma atenção especial. Por exemplo, ao optar por mesas retangulares, escolha aquelas em que as bases permitam recuar as cadeiras quando não forem utilizadas e que tenham tampos com canto moeda. Já as mesas redondas são mais recomendadas para espaços maiores, visto que acomodam mais pessoas. Em relação às cadeiras, para salas menores, não devem ser muito largas, uma dica é usar a criatividade, ouse escolhendo cadeiras diferentes entre si e mescle a combinação com bancos, individuais ou para mais pessoas.

Outros móveis que podem compor o ambiente são cristaleira, aparador e carrinho bar. Para espaços maiores as cristaleiras são extremamente charmosas para guardar a louça. Mas, se dispor de uma sala de jantar menor, o aparador é uma peça coringa para a decoração.

  1. Não se esqueça da iluminação

Um item que não exige alto investimento, mas é fundamental para valorizar ou não a decoração é a iluminação, visto que pode deixar o ambiente extremamente aconchegante e agradável.

Então, para deixar os momentos mais proveitosos, o recomendado é que a iluminação seja difusa. Isso porque, a luz direta sobre a mesa pode refletir nos olhos e causar incômodo, além de aquecer demasiadamente o espaço. Aposte então em lustres e pendentes, pois são perfeitos para garantir esse efeito de difusão, além de deixarem o local ainda mais charmoso. A recomendação para a distância entre o pendente e a mesa é de 70 a 90 cm.

  1. Os detalhes realmente fazem a diferença

Por fim, mas não menos importante, pense nos objetos decorativos do espaço. Por exemplo, vasos, plantas, espelhos e tapete são itens que podem promover personalidade ao local. Se o ambiente é pequeno, os espelhos oferecem sensação de amplitude, devendo ter no mínimo a largura da mesa ou do aparador (quando posicionado atrás dessa peça).

Por outro lado, o tapete deve cobrir uma área maior que as mesas e cadeiras, sendo que você pode economizar adquirindo tapetes menores e costurando-os até atingir o tamanho desejado.

Por fim, quadros e plantas também farão diferença no ambiente e podem ser encontrados com preços bem acessíveis, basta pesquisar!

Então, com as dicas do post de hoje você será capaz de reformular todo o espaço da sala de jantar sem precisar investir altas quantias de dinheiro. Sabemos que as mudanças podem exigir um bom investimento, mas nem por isso você precisa ter uma sala de jantar sem graça. Contudo, é importante lembrar que o planejamento é primordial para garantir que tudo saia de acordo com o esperado.

Reply