Como fazer o salário render e investir no primeiro imóvel

Como fazer o salário render – Então você quer fazer o salário render e investir em seu primeiro imóvel? Seja você empregado ou pequeno empresário que utiliza um software erp em seu negócio, saiba então que para fazer uma compra como essa, é preciso planejamento.

Para quem ganha pouco, comprar uma casa ou apartamento pode ser algo muito distante ou até mesmo parecer impossível.

No entanto, é importante entender que com um bom planejamento é possível estar cada dia mais próximo de realizar esse sonho.

Fazer alguns cortes nas despesas pode ser primordial, mas se estruturar com sabedoria seus ganhos e gastos já ajuda muito.

Quer comprar o seu imóvel mesmo ganhando pouco? Então aproveite as dicas a seguir e entenda como você pode realizar esse objetivo.

Como fazer o salário render e investir no primeiro imóvel?

Se você quer saber como fazer seu salário render mais para que possa enfim investir no seu primeiro apartamento ou casa, saiba que há um caminho.

Diversas são as coisas que você pode fazer para conseguir um melhor aproveitamento da sua renda mensal, mesmo que ela não seja tão volumosa.

Aprenda então agora algumas dicas interessantes para te ajudar nessa jornada.

Faça cálculos com o que você tem

Pois bem, essa primeira dica talvez seja a mais importante de todas, já que determina que você faça um planejamento real do que tem e do que pode fazer com o seu dinheiro.

Um erro que costumamos cometer é contar com dinheiro que não temos para fazer compras que muitas vezes nem sequer precisamos.

Calcule quanto você ganha, inserindo todos os tipos de renda e entradas, e coloque na ponta do lápis todos os seus gastos fixos com aluguel, alimentação, e contas da casa.

Se precisar comprar algo extra, então coloque na ponta do lápis e veja se realmente cabe no seu orçamento.

Caso você tenha rendas esporádicas, apenas conte com essa entrada assim que realmente estiver em suas mãos, já que imprevistos podem acontecer a qualquer momento.

Dessa forma, fica muito mais fácil que você evite gastos que extrapolam o que você ganha, fazendo com que suas contas batam no fim do mês.

Evite compras por impulso

Muitas compras que fazemos são por impulso. Como se não bastasse nossos gastos diários que já são muitos na maioria dos casos, esses extras pesam muito nas contas.

Na maioria das vezes, nem mesmo precisamos de um item, ou até precisamos, entretanto podemos esperar um pouco mais para adquirir.

O cartão de crédito nessas horas pode ser um vilão, já que está disponível e pode acabar por permitir que façamos essas extravagâncias. Mas a conta vem, e será mesmo que você estará preparado?

Gastar o dinheiro da reserva de emergência para compras impulsivas pode ser um problema também, adiando seu sonho.

Portanto, deixe o cartão de crédito em casa quando for sair e evite tentações que você não pode arcar agora.

Guarde o cartão de crédito para emergências

Como já dissemos, o cartão de crédito pode ser um vilão. É importante sim ter um cartão de crédito, já que ele pode representar uma segurança extra naquele momento em que precisamos.

Imprevistos acontecem e nunca sabemos quando iremos precisar de fazer um gasto extra com o qual não contávamos.

Sendo assim, mantenha seu cartão sempre com o limite liberado para quando uma situação dessas ocorre.

Uma dica é não utilizar o cartão para gastos do dia a dia, como compras no mercado, farmácia ou com o posto de gasolina. Esses gastos devem sair do seu salário e você deve mensurá-los.

O cartão pode ficar sempre livre e guardado para uma emergência médica ou mesmo naqueles momentos em que um eletrodoméstico importante para de funcionar, como a geladeira.

Ele é uma excelente ferramenta, no entanto, use-o com toda a sabedoria.

Diminua gastos supérfluos

Claro que não vivemos apenas para trabalhar e precisamos sim de alguns luxos e extras de vez em quando, não é verdade?

No entanto, lidar com gastos supérfluos a todo o momento é muito prejudicial e você precisa entender que não é a melhor opção.

Então, aí vão algumas dicas do que você pode cortar:

  • Pacotes caros de TV a cabo ou internet, experimente diminuí-los;
  • Itens não necessários no mercado em exagero;
  • Uso não consciente de água e energia elétrica;
  • Delivery de comida toda semana;
  • Passeios toda semana.

Cada pessoa e família tem uma realidade e não precisamos claro tirar todas as regalias.

Entretanto, comprar um imóvel custa caro e requer sim que façamos alguns cortes em nosso gastos para que possamos finalmente ver o dinheiro sobrar no fim do mês.

Sendo assim, peça comida menos vezes no mês e use um plano de TV a cabo menor. Você verá a diferença.

Se você for pequeno empresário, usar um software erp pode ajudar com as finanças

Muitas pessoas tem pequenas empresas e não sabem o poder que tem um bom software erp. Com ele, você consegue gerir melhor as suas finanças, aplicando-as diretamente ao seu negócio e isso se reflete no seu bolso.

Quando você consegue gerenciar melhor os recursos que tem em mãos e o que fazer com eles de forma inteligente, sobra mais dinheiro para investir em seus sonhos.

Um software erp é muito mais do que apenas gestão de processos, emissão de ordem de serviço e automação comercial. Você consegue ter uma visão geral maior de tudo e consegue resultados melhores na sua empresa e na sua vida.

Tenha o compromisso de guardar uma quantia mensal

Feitas essas mudanças pontuais na sua forma de administrar o seu dinheiro de maneira sábia e mais coerente com seu objetivo de investir no primeiro imóvel, você precisa guardar dinheiro.

Pense em uma quantia mensal que você possa dispor antes de efetivamente traçar seus planos e retire esse dinheiro assim que receber.

Coloque-o numa poupança ou aplicação segura todos os meses e faça isso religiosamente, como se fosse uma prestação.

Pense que você precisa fazer isso, já que precisa juntar dinheiro para dar entrada no imóvel ou até mesmo compra-lo a vista, dependendo do que quer.

Sendo assim, defina uma porcentagem do salário da qual possa dispor para guardar e comece a sua economia o quanto antes.

Conclusão

Como vimos, dar os primeiros passos para fazer o salário render e usá-lo com sabedoria é mais simples do que parece.

Além disso, tudo vale a pena quando o grande objetivo é maior do que pequenos gastos impulsivos que podem esperar um pouco mais, não é verdade?

Saiba então que esse sonho é possível e você pode contar conosco para saber mais. Se gostou das dicas, deixe seu comentário e leia os posts relacionados para saber mais sobre o tema.

Leia Também:

3 dicas para decorar um banheiro pequeno
4 dicas para a decoração de cozinhas
Como Decorar Sua Sala de jantar Gastando Pouco

Reply