noComentários

5 dicas para economizar mais no final do mês

Você sabia que um financeiro ruim é o motivo de estresse para mais de 58,4% das famílias brasileiras?  Muitas pessoas chegam no final do mês tendo que quebrar a cabeça para não fechar aquele período no vermelho, mas muitas vezes não conseguem. 

Ter equilíbrio financeiro e conseguir ter um dinheiro sobrando é o sonho de muitos brasileiros, que por mais que se esforcem, sempre acabam o mês endividados ou sem um tostão no bolso para comprar aquelas bacias de contenção que tanto precisavam. 

Mas, será que fechar a conta no azul e terminar o mês com um saldo positivo, economizando aquele dinheiro que você tanto deseja é uma missão tão complicada assim? 

Aprender sobre como economizar funciona a qualquer momento,e  no texto de hoje, iremos mostrar 5 dicas ideias para economizar mais no final do mês, quer saber como? Confira!

  1. Faça o planejamento diário, semanal e mensal

O primeiro passo para economizar mais no final do mês é realizar o planejamento detalhado de suas finanças de maneira diária, semanal e mensal. 

Comece com seu planejamento no dia anterior, saiba os gastos que você vai ter no dia seguinte, e o quanto você planeja reservar, depois, faça um planejamento semanal, talvez com gastos a mais nos finais de semana. 

Por fim, faça um planejamento mensal. Todos esses planos te ajudam a ter um controle de suas finanças e faz com que você saiba exatamente o quanto pode gastar de maneira distribuída e sem pesar no seu bolso. 

  1. Estabeleça uma meta de gastos e tenha controle total

Depois de planejar o seu dinheiro diário, semanal e mensal, é hora de estipular uma meta de gastos e controlar ainda mais toda a sua situação financeira. 

Estipule um teto máximo para você gastar, e não ultrapasse ele, faça as contas baseadas nas suas despesas fixas e junte com o seu planejamento, isso vai te oferecer uma margem, e é crucial que você siga ela à risca. 

Procure sempre respeitar o que você pré estipulou e não cometa nenhuma loucura como uma locação de grupo gerador que possa afetar seu orçamento no final do mês. 

  1. Registre todas as suas transações

Além de ter um teto máximo de gastos, é importante controlar todas as saídas e entradas de suas finanças, a cada gasto que você tiver, seja a compra de uma água ou a ida ao cinema, cada gasto deve ser registrado. 

Você pode utilizar uma planilha, um bloco de anotações ou qualquer outro recurso que permite você ter controle e acessar os dados de todas as transações realizadas durante o mês. 

Caso você seja autônomo, também vale a pena registrar as entradas e o dinheiro extra que foi conquistado durante aquele período. 

  1. Evite comprar no crédito e tenha uma reserva

Em algumas ocasiões, realizar alguma compra no cartão de crédito é uma ideia extremamente interessante, ainda mais quando falamos de produtos de alto valor e que o parcelado possa te ajudar nessa tarefa. 

Porém, realizar todas as transações com o cartão de crédito pode ser uma péssima ideia, e acarretar em um acúmulo de dívidas e mais dívidas. Procure gastar o dinheiro em conta antes de usar o crédito. 

Também é sempre importante ter uma reserva financeira, se você precisar comprar algo emergencial como conectores elétricos, é sempre importante ter um dinheiro a mais para que você não passe por imprevistos ou seja pego de surpresa. 

  1. Mude alguns de seus hábitos e corte o desnecessário

Alguns gastos que nós temos durante o mês podem ser considerados desnecessários e totalmente excluídos da rotina, é preciso identificá-los e ver o que realmente é necessário ou que você deseja na sua vida. 

Talvez a redução no seu pacote de televisão, o corte naquela revista mensal ou até mesmo cozinhar ao invés de pedir delivery são algumas estratégias que ajudam a reduzir custos. 

Veja o que você pode abrir mão, e saiba quais os pontos em que existe uma probabilidade de ocorrer uma mudança em seus hábitos que são considerados mais caros.

O que você achou sobre o texto de hoje? Deixe sua opinião nos comentários abaixo e não se esqueça de compartilhar com seus amigos caso tenha gostado, até a próxima!

Esse artigo foi escrito por Iago Lourenço, criador de conteúdo do Soluções Industriais.

Responder