noComentários

Como lançar uma nova NFT no mercado digital?

Agora que cada vez mais pessoas compreendem o que é nft e seu uso, elas estão buscando criar sua própria nft no mercado digital.

Pode não parecer, mas o processo é simples. Não é necessário investir em equipamentos, ou entender de criptografia para criar e vender seu NFT. É isso que você vai descobrir neste post.

O que é um NFT?

O NFT, ou token não-fungível, representa algo insubstituível e único, que perde valor ao ser dividido. Ou seja, é um registro digital que confirma a posse de determinado ativo, atesta sua originalidade e exclusividade, seja ele real ou virtual, como por exemplo, uma obra de arte, uma música.

Por outro lado, um ativo que é fungível, é um bem que pode ser substituído por um similar ou dividido em partes menores sem perda de valor.

O NFT utiliza o blockchain, mesma tecnologia do banco de dados compartilhado das criptomoedas. Desta maneira, seu dono pode colecionar ou negociar seu ativo digital pelo valor que desejar, sem a intervenção de empresas ou servidores centralizados.

Nesse sentido, cada vez mais pessoas estão negociando seus trabalhos, principalmente quando se fala em arte, criando seus próprios nfts. 

Sendo assim, confira abaixo  o que é nft e veja abaixo como lançar uma nova nft no mercado digital.

Como criar um NFT? 

Para criar um NFT não é necessário instalar nenhum programa, ou ter conhecimento de criptografia. Veja o passo a passo de como criar um NFT usando o OpenSea, um marketplace de NFTs bastante popular para quem é iniciante em NFT. 

  1. Criar uma carteira de criptomoedas

Os NFTs criados ficarão em sua carteira. Por isso, utilize plataformas seguras e conhecidas no mercado. Além disso, verifique se a plataforma é compatível com  os Marketplaces de NFTs.

  1. Escolha um blockchain para criação do NFT

Na plataforma Open Sea, você pode escolher entre as blockchains Ethereum ou Polygon. A Ethereum é a mais famosa blockchain e mais utilizada entre os usuários, mas possui alta taxa de operação. Por outro lado, a Polygon possui funcionamento gratuito, mas como ainda tem uma margem pequena de adoção pode afetar a velocidade de suas vendas

  1. Conecte sua carteira a um marketplace

Depois de comprar ETH, escolha um marketplace para criar seu NFT e vender o seu trabalho. O Open Sea é a plataforma mais popular, graças a sua configuração simples e fácil de entender. No entanto, cobra uma taxa de 2,5% por transação realizada dentro dele.

  1. Divulgue seu NFT

Utilize as redes sociais, como Twitter, Facebook e Instagram para divulgar suas artes e compartilhe o caminho para quem deseja negociá-las com você.

Outra plataforma interessante para divulgação é o bate papo do Discord, onde estão muitos interessados em criptomoedas. 

Mas, além do Open Sea, também existem o Rarible, Mintable, Foundation e SuperRare. Porém fique atento aos formatos e tamanhos suportados por cada uma na hora de fazer o download de seu arquivo a ser transformado em NFT.

Agora que você sabe como criar seu próprio NFT deve estar se perguntando que custa criar um NFT. Continue a leitura para descobrir.

Quanto custa criar um NFT?

Os valores para criar um NFT variam muito e dependem das ferramentas ou cursos que decidir utilizar para a elaboração da peça, além da rede blockchain utilizada. 

Caso use Ethereum, por exemplo, o valor gasto no processo varia entre 70 e 200 dólares. Já o Polygon, é um blockchain livre de taxas. Mesmo assim, deduz uma parte do valor ganho após sua primeira venda do NFT.

Conclusão

Desde 2001, aumenta o número de pessoas que estão lucrando com a venda de suas artes usando nft. Assim, quanto mais pessoas descobrem o que é nft e as possibilidades de uso e lucro, mais elas desejam usufruir desses benefícios.

Embora pareça complicado, o processo para lançar uma nova nft no mercado digital é relativamente simples. É necessário ter uma carteira de criptomoedas, escolher uma blockchain e conectar a um marketplace.

A fase mais importante é a divulgação, pois não adianta ter trabalho para criar arte e o net e não conseguir negociá-lo. Assim, utilize as redes sociais, principalmente Twitter e bate papo do Discord, onde geralmente, pessoas interessadas em criptomoedas estão presentes.

Responder