noComentários

Empréstimo consignado vale a pena?

Você conhece o empréstimo consignado? Se a resposta foi ‘não’, saiba que ele é uma modalidade onde as parcelas são descontadas na folha de pagamento do beneficiário. Desta forma, terá todos os valores e a quantidade de meses necessários para quitá-lo

Portanto, há segurança tanto para a pessoa física quanto para a instituição, já que não haverá atrasos ou aumento significativo desta dívida. Isso é tão fundamental quanto um corrimão de alumínio para aqueles que querem somar conforto e segurança às suas casas.

Preste atenção em algumas coisas fundamentais

Antes de assinar o contrato, faça as contas e verifique se o valor debitado não prejudicará suas finanças. Se entrar em uma espécie de ‘bola de neve’, com dívidas atrás de dívidas, isso pode atrapalhar-lhe a médio e longo prazo.

As margens não podem comprometer os 40% para empregados celetistas e 45% para aposentados previdenciários, além de 5% do limite do cartão de crédito consignado, que é igual àquele convencional, porém, dado apenas para quem consta nesses padrões. 

Tipos de empréstimo consignado

Quer comprar uma mesa inox industrial, por exemplo, mas não sabe qual consignado é melhor? Explicaremos cada um dos modelos a partir de agora!

  • Empréstimo consignado privado: resumidamente, as pessoas que buscam por este tipo de empréstimo trabalham com carteira assinada, em empresas privadas;
  • Empréstimo Consignado INSS: neste caso, apenas pessoas que são aposentadas e pensionistas e recebem benefícios referentes ao INSS podem aderir. O máximo da taxa de juros é de 2,08% ao mês e a quitação dos valores não pode ultrapassar os 72 meses;
  • Empréstimo consignado para servidores públicos: apenas servidores públicos federais, estaduais e municipais têm direito. Porém, pode ser variável, dependendo do órgão onde são funcionários. Verifique seu caso para não haver equívocos ou informações desencontradas. As taxas de juros são de até 2,05% ao mês e o prazo para pagamento pode chegar a 96 meses, dependendo do valor emprestado

Vale a pena aderir ao crédito consignado?

Você pode se aproximar do crédito consignado como um imã de ferrite que se aproxima de um alto falante, porém, estude muito bem seu caso e saiba que dependerá do que tem em mente, de qual é sua renda e quais suas obrigações já estabelecidas.

Se estiver endividado e pagando juros superiores ao do crédito consignado, vale a pena. Pegue a quantia, ‘zere’ a dívida e passe a pagar o consignado. Da mesma forma, se passa por uma crise gigantesca em que a única forma é fazer um empréstimo, ele ainda é uma opção melhor do que empréstimos pessoais.

Todavia, para adquirir algo que não é essencial ou para gastar sem um motivo que faça sentido, pense duas vezes. A organização financeira é o melhor caminho para a estabilidade. Tente manter suas contas no ‘azul’, pois dormirá melhor, planejará os próximos passos com sabedoria e fará com que a ansiedade passe longe!

Gostou do conteúdo sobre crédito consignado? Então conte para gente nos comentários e não deixe de acompanhar as novidades no blog e compartilhar nas redes sociais.

Responder