noComentários

Portais de vendas: guia completo

Vender através da internet nunca esteve tão em alta como na atualidade, isso porque, nos dias de hoje, 7 em cada 10 brasileiros compram seus produtos de forma online. 

Um dos principais motivos para que isso aconteça, é devido a grande variedade que os canais digitais propiciam para as pessoas, é possível achar de tudo, desde servomotor até equipamentos de jardinagem. 

Além disso, a praticidade e comodidade, são outros fatores que impactam muito qualquer pessoa. Ela também é extremamente benéfica para os comércios, que conseguem atingir um número muito maior de pessoas, divulgar melhor os seus produtos e consequentemente aumentar o número de vendas. 

Mas para que todo o processo seja feito de forma efetiva, é preciso ter conhecimento sobre os portais de vendas. Por este motivo, separamos um guia completo para você ficar totalmente informado do que esse termo representa. 

O que são os portais de vendas?

Um portal de venda, é uma plataforma online que reúne diferentes vendedores dos mais variados segmentos. Dentro deste espaço, você encontra de tudo um pouco, variando os objetos e os preços, fazendo com que você tenha uma enorme variedade para escolher o que te agrada mais. 

Você pode entrar em um portal de venda, e procurar por placa de energia solar, e verificar diversos modelos e ofertas diferentes, ou simplesmente ficar na página inicial vendo as promoções e os produtos indicados para você. Os portais de venda fazem com que o usuário não precise ficar indo de um site para o outro procurar produtos, encontrando tudo em um único local. 

Quais os tipos de portais de vendas?

Existem vários tipos de portal de venda, sendo uns extremamente famosos e que você usa dentro do seu dia a dia e talvez nem sabia disso, separamos alguns tipos e exemplos abaixo. 

Transacionais e informativos:Os transacionais, são os portais que possibilitam transações, venda de produtos e serviços, e possibilidade de cadastro tudo de forma online, ele é muito utilizado nos comércios de games. Já o informativo, fornece uma grande quantidade de conteúdo e informação, tendo como objetivo trazer uma boa experiência para o visitante. 

Privados e públicos: Os privados, são aqueles portais voltados para um público específico, que se interessa por aquilo, como por exemplo um site que possui uma aba para assinantes onde tem conteúdo especializado. Já o público, é o oposto, não existe nenhuma restrição de acesso, e todos podem acessar. 

Horizontais e verticais: Os horizontais, disponibilizam diversos conteúdos para os seus usuários, dividos em categoria e com o objetivo de alcançar um público cada vez maior, já o vertical, procura um público mais específico e segmentado.

Quais os principais portais de vendas?

Agora que você já entendeu sobre os tipos de portais, vamos falar sobre alguns dos mais famosos que existem no Brasil, entre eles temos:

Mercado Livre, OLX, Enjoei: O Mercado Livre provavelmente é o mais popular do grupo e o maior, mas os três tem diversos fatores em comum, todos possuem produtos usados ( ou novos ), e uma grande variedade de escolha, desde um armário de aço 2 portas até um chaveiro do seu time de coração. 

Amazon, Ebay, Submarino, Americanas: Aqui temos um exemplo de portais que atuam com as vendas terceirizadas, ou seja, uma loja anuncia dentro desse ambiente, e vende através por um destes sites, o Mercado Livre também pode se enquadrar nessa categoria, e provavelmente, essa é uma das formais mais comuns de vendas no Brasil. 

Ifood, Netshoes: Esses são dois exemplos de portais que trabalham com vendas específicas e segmentadas, o primeiro é voltado para a área alimentícia, enquanto segundo para produtos esportivos. 

Porque devo aderir o portal de venda no meu negócio?

Depois de tudo que foi mostrado, fica difícil não querer colocar seu negócio dentro de um portal de venda certo? Afinal, os benefícios são vários, primeiro, é muito mais fácil uma pessoa ir até um site de vendas do que encontrar seu produto por um acaso ou em uma pesquisa específica. 

Ou seja, você atrai um número muito maior de clientes utilizando uma plataforma, segundo que todo o custo e manutenção do site, fica por conta dos administradores, claro que existe uma taxa de venda e para se manter inscrito, mas ainda vale a pena. Por último, se você for esperto, é um bom método para se destacar da concorrência, já que terão várias ofertas de um mesmo produto, fazendo com que você possa participar de um verdadeiro leilão, e ganhar o público pela melhor oferta. 

O que achou dos portais de venda? Já usou algum deles ou ainda usa? Não se escreva para comentar e compartilhar com seus amigos, até a próxima.

Responder