noComentários

5 coisas sobre o empreendedorismo digital que ninguém te conta

Empreender na web não é mais uma aposta, e sim uma realidade, o chamado comércio digital tem ganhado cada vez mais força nos últimos anos, registrando um aumento de cerca de 21% em 2022, podendo registrar uma movimentação de até US$ 5,55 trilhões em um período de dois anos, e a tendência até 2025 é que o crescimento chegue a 24,5%, ou seja, o que já é bom, tende a melhorar ainda mais. 

Porém, existem alguns fatores que devem ser dosados relacionados ao empreendedorismo digital, afinal, por mais que seja um mercado em expansão e que consequentemente, atrai a atenção de muitas pessoas, nem tudo vai dar certo de primeira, você não vai ficar rico da noite para o dia, vai ganhar dinheiro sem fazer nada, ter maior tempo livre ou alcançar sua liberdade financeira de forma fácil. 

O empreendimento virtual é sim, uma das melhores opções do mercado atual, mas isso não significa que ele seja garantia de sucesso, ainda é preciso passar por uma porta de enrolar, e passar por várias dificuldades para alcançar o patamar que você almeja. 

Para que você entenda a real situação nós vamos abrir o jogo com você, no texto de hoje, separamos 5 coisas sobre o empreendedorismo digital que ninguém te conta, mas nós vamos te contar, bora conferir? Então vamos lá!

  1. O sucesso não vem do dia para a noite

Muitas pessoas acham que o empreendedorismo digital faz milagres, e que, devido a sua metodologia moderna, os resultados acontecem quase que de forma instantânea, mas acredite, se você pensa assim, está muito enganado. 

Diferente do que muitos imaginam, um negócio virtual tende a demorar para ter sucesso, não são todas as empresas digitais que vão ver o seu trabalho viralizar, na verdade, esses casos são raros, assim como todo empreendimento, é preciso de muito trabalho duro, paciência, estratégias bem feitas e o entendimento para perceber que o sucesso não vai chegar do dia para a noite. 

  1. A internet não faz tudo sozinha

Outro mito criado e nós já vamos excluí-lo é que a internet trabalha quase que “sozinha”, por mais que o uso das plataformas digitais seja excelente e as opções sejam vastas, de nada adianta criar um produto, um infoproduto ou um e-commerce, sentar na cadeira e esperar simplesmente que as coisas aconteçam automaticamente. 

A sua participação vai ser parecida com uma empresa física, ainda é preciso divulgar sua marca, investir na logística, caprichar no atendimento, empacotar e enviar os produtos, dependendo do que você vender, até mesmo pesá-los da sua balança industrial digital para fazer o envio correto, em casos de infoprodutos, é preciso atualizá-los, encontrar parcerias, produzir conteúdos, enfim, as tarefas são várias e o trabalho é tão árduo quanto o presencial. 

  1. Você não vai ganhar dinheiro sem fazer nada

Se você pensa que o dinheiro vem rápido e de forma fácil, então pode ir tirando o cavalinho da chuva, como vimos no tópico anterior, trabalhar com empreendimento digital pode dar muito mais trabalho do que você imagina, e acredite, você não vai lucrar sem fazer nada. 

Independente do seu segmento, a internet é apenas a ferramenta utilizada, mas todo o sistema operacional por trás vem de sua responsabilidade, ou seja, por mais que o empreendedorismo digital seja uma opção maravilhosa, é preciso ser uma opção muito bem coordenada, com um trabalho duro para dar resultados. 

  1. O público é maior, as oportunidades melhores, e a concorrência também é mais árdua

Grande parte dos novos empreendedores digitais, acham que o mundo online é mágico devido ao seu público bem maior e as oportunidades melhores no mercado, e isso é uma verdade, é possível anunciar para o mundo inteiro, alcançar pessoas que você nunca sonharia de forma física, além de ter mais oportunidades, com divulgações mais assertivas e até vendas de produtos em locais corretos. 

Mas, ao mesmo tempo em que vender seu purificador de ar para mais pessoas, em diferentes plataformas e com um fluxo maior seja algo extremamente empolgante, é preciso entender que a concorrência também é mais árdua. 

A internet conta com uma vasta gama de opções, e milhares de outros empreendedores digitais, no mundo físico, a sua localização pode ser o diferencial, aqui, é preciso competir quase em pé de igualdade, então, as oportunidades surgem enquanto as adversidades aparecem. 

  1. O empreendedorismo digital é bem diferente de um negócio físico

Claro que vários fatores se assemelham a um empreendedorismo físico, porém em sua maioria, o pensamento deve ser bem diferente, primeiro você precisa conhecer a internet, suas ferramentas de divulgação, a diferença entre e-commerce e marketplace, e por aí vai. 

Depois, é preciso entender que o foco, pode ser maior na produção de conteúdos, no atendimento, na credibilidade, na relação estabelecida com seu público, na logística assertiva, e em fatores mais específicos e diferentes, ou seja, é preciso de conhecimento prévio, antes de se aventurar de vez, no mercado digital. 

O que achou do texto de hoje? Deixe sua opinião nos comentários abaixo e não se esqueça de compartilhar com seus amigos e familiares caso tenha gostado do conteúdo, até a próxima!

Responder