noComentários

Como montar uma proposta comercial com excelência

Sabemos que prospectar e despertar o interesse de clientes em potencial não é uma tarefa simples. Por isso, é interessante contar com ferramentas que facilitam a tomada de decisão desses leads.

A proposta comercial é uma dessas ferramentas, sendo um documento de extrema importância no processo de negociação. Isso independente do segmento do negócio, pode ser um buffet de eventos até uma empresa de outsourcing de impressão.

Ainda não sabe como elaborar uma proposta comercial, ou quer tornar a sua mais eficiente para fechar negociações? Então confira o material que preparamos para você!

O que é uma proposta comercial e quais são os seus benefícios?

A proposta comercial é o documento definitivo para consolidar um negócio. Nele deve conter o planejamento de como o produto ou serviço em questão irá solucionar o problema do cliente, qual será o custo total para isso, o prazo, entre outras informações essenciais.

Bem, até aqui já deu para perceber que a proposta comercial faz toda diferença no momento do lead fechar ou não um negócio, certo? Podemos dizer que ela é tão importante quanto equipamentos de combate a incêndio em locais de alto risco.

É importante se atentar aos detalhes no momento de criar a sua proposta, e não tenha pressa para isso. Já com os objetivos traçados e conhecimento necessário sobre o cliente, para não se esquecer de alguma ponto importante, siga essa ordem:

1- Formato e apresentação

O primeiro passo é definir se a sua proposta vai seguir o formato de um documento ou de uma apresentação. Para dar um contexto e já imprimir uma imagem da sua empresa, apresente ela com objetividade e menciona os serviços do seu portfólio que são similares ao que está propondo ao cliente em questão.

Por exemplo, se sua empresa faz revisão em máquinas de solda elétrica, coloque as marcas que você atende e empresas similares para as quais já prestou serviços.

2- Conteúdo

O intuito principal de uma proposta comercial é apresentar os objetivos da possível parceria, mostrando as soluções que sua empresa desenvolveu e para as dores do cliente. Sendo assim, é fundamental seguir um roteiro de conteúdo para que não falte informações necessárias: 

Objetivos: para quê?

Esclareça quais objetivos serão alcançados ao fechar o negócio. Mencione os resultados e o valor agregado que o cliente terá ao contratar sua empresa.

Soluções: como?

Quais são as soluções que sua empresa irá entregar para o cliente? Como de fato o seu produto ou serviço irá solucionar a dor do cliente?

Vantagens: por quê?

Por que o cliente deve confiar em sua empresa e quais são as vantagens em tê-la como parceira? Esse é o momento de mostrar os diferenciais do seu negócio, colocar informações adicionais, como dados e cases de sucesso.

Cronograma ou tempo estimado: quando?

Em quanto tempo o serviço será realizado? É fundamental que você seja honesto nesse tópico e não faça promessas de prazos que não pode cumprir. Se for um serviço que precisa de terceiros, ou que não tem um tempo definitivo, faça uma estimativa e deixe claro que não é uma certeza, ou proponha intervalo de tempo com cronograma.

Valores: quanto?

Quanto o cliente vai investir? Especifique os valores relativos a cada um dos serviços ou produtos. Uma boa ideia é criar uma planilha que detalhe os itens e seus respectivos valores, assim como o custo agregado de algum serviço ou procedimento adicional.

3- Layout

Cuide do design da sua proposta com carinho, pois ele faz toda a diferença na finalização. Preze pela organização, seja discreto e coerente, criando a proposta conforme a identidade visual do negócio.

É hora de impressionar os seus potenciais clientes!

Agora você já sabe o que é uma proposta comercial e o motivo desse documento ser essencial no processo de negociação. Além disso, aprendeu como elaborar uma proposta excelente e quais informações não podem faltar.

A partir daqui, é com você. Se empenhe para aprimorar suas propostas comerciais e fechar mais negócios!

Responder