noComentários

Marketing sensorial: Como ele influencia em uma compra

O marketing é uma área responsável por estudar o comportamento dos consumidores e propor às empresas métodos de fomentar o engajamento e atrair a atenção. O marketing sensorial é uma das frentes de atuação no campo de estudos em pauta.

Ao longo dos anos, o mundo corporativo vem recebendo inovações, e estas acontecem devido às movimentações de mercado e oscilações na economia. Como resultado direto de tais mudanças, o comportamento dos consumidores é variado.

Para garantir o cumprimento das relações de oferta e demanda, muitas empresas e marcas tiveram que ajustar seus procedimentos internos, bem como fornecer novas soluções ao público, como o serviço de diarista terceirizada.

O marketing sensorial é um recurso que permite que as organizações disponham de novos meios, visando o crescimento comercial e financeiro, desenvolvendo também a satisfação e encantamento de clientes já fidelizados e compradores em potencial.

O que é marketing sensorial e como funciona?

O conceito do marketing sensorial aponta para o uso dos sentidos humanos no plano de ação estratégico. Dado que o marketing tradicional é caracterizado por um conjunto de técnicas e estratégias para atrair a atenção e reter o engajamento.

Para o melhor entendimento da funcionalidade do marketing, deve-se buscar compreender a intersecção entre as áreas de marketing e vendas.

Os times de vendas são responsáveis por atividades inteiramente comerciais, ou seja, são os vendedores que realizam as etapas cruciais em um processo de venda, como:

  • Qualificação de clientes em potencial;
  • Visitas presenciais;
  • Reuniões virtuais e presenciais;
  • Ligações telefônicas e contatos por e-mail.

Essas são algumas das principais tarefas atribuídas aos profissionais do time de vendas. Ao mesmo tempo, é possível considerar que em uma empresa de entrega de alimentos existe grande demanda para o time de vendas.

O escopo de trabalho da área de marketing é focado em facilitar o trabalho de vendedores, atuando na divulgação de soluções e no ganho de autoridade de marcas diante do mercado e do público.

Tendo em vista as movimentações macroeconômicas que estão acontecendo a nível mundial, para que as empresas continuem a vender, é indispensável variar o tipo de técnica de abordagem e apresentação aos consumidores.

Portanto, o marketing sensorial atua diretamente com a geração de sinergia com as pessoas, provocando os sentidos do corpo humano de maneira estratégica.

Despertar os sentidos para converter

As relações interpessoais são o caminho para que as vendas propriamente ditas sejam concluídas, considerando que os negócios são a manifestação do desejo de duas ou mais partes em alinhar interesses.

Em outras palavras, isso quer dizer que empresas dos mais variados segmentos e portes devem otimizar as técnicas de abordagem, anúncios e contato com o público, pois somente assim conseguem concluir os fechamentos comerciais.

Cabe enfatizar que, independente da frente de atuação, é essencial dispor de uma estratégia de vendas, tanto para multinacionais no ramo farmacêutico, quanto para pequenos negócios que fazem a distribuição de kit temperos brinde.

As tendências a nível mundial vêm tornando as oportunidades de negócio mais horizontais, o que acontece devido ao modelo econômico vigente nos países democráticos, como o Brasil, que fomentam a livre comercialização de bens e serviços.

Além disso, é importante validar que nos últimos anos houve uma virada de chave para a democratização no acesso à informação e recursos, facilitando o dia a dia das empresas.

O marketing sensorial faz o uso dos cinco sentidos para aumentar as taxas de conversão, funcionando a partir de gatilhos mentais que influenciam o interesse e a decisão em digitalização e indexação de documentos, por exemplo.

Para um melhor entendimento sobre o funcionamento da prática do marketing sensorial, é importante compreender como cada sentido desperta sensações no nosso corpo e quais os resultados de incrementar ações de marketing.

Olfato

O olfato é um dos principais sentidos que promovem valor emocional nas pessoas, isso porque alguns cheiros são capazes de despertar lembranças nos indivíduos e de maneira indireta influenciá-los.

Reconhecendo a importância do olfato na experiência dos consumidores, um microempreendedor decide investir em produtos com cheiros que promovem sensação de conforto para usá-los durante a prestação de serviço de lavagem de poltrona a seco.

Muitas empresas atuantes no varejo fazem o uso de tal estratégia, pois ela proporciona maior atratividade ao público.

Deve-se estar atento aos cheiros usados, pois a indicação é que sejam evitados odores fortes para que nenhuma alergia ou desconforto seja gerado no público.

Audição

Assim como o olfato, a audição é um sentido capaz de despertar lembranças e influenciar indiretamente o comportamento.

É comum ver as empresas incluindo músicas em elevadores ou provadores, aliás, o costume tornou-se tão tradicional que expressões como “música de elevador” são usadas pelo público em geral.

Apesar de ser um costume, poucas pessoas sabem efetivamente o motivo que leva as empresas a adotarem a música. O intuito é melhorar a experiência do cliente, principalmente diante de situações não tão satisfatórias.

Pode-se incluir as músicas em salas de espera para a obtenção de banner 2×2 personalizado, somando positivamente na chamada jornada do cliente.

Tato

O tato é um sentido um pouco mais complexo de estimular, isso porque requer o contato físico entre as marcas e pessoas.

Os estímulos que acontecem no tato têm a função direta de proporcionar boas experiências aos clientes, ou seja, a modalidade de marketing pode explorar o toque para fomentar o interesse e influenciar de maneira direta o processo de decisão.

Não somente as marcas podem fazer o uso deste recurso, como também empresas, com a inclusão de cadeiras confortáveis aos clientes.

É possível ainda enriquecer a infraestrutura do local de atendimento e trânsito de pessoas, aprimorando a arquitetura com funcionalidades como escada com mármore travertino

Paladar

O paladar é o principal sentido explorado por empresas e marcas, incluindo nesta esfera até negócios que não têm o conhecimento das estratégias de marketing.

O paladar pode ser trabalhado por empresas atuantes no ramo alimentício ou não, sendo o sentido que influencia diretamente a satisfação dos consumidores.

Pode-se reconhecer a aplicação das estratégias de marketing sensorial no sentido do paladar com o fornecimento de água, bolachas e café na recepção de consultórios e de lavanderia para uniformes.

Visão

A visão é outro sentido altamente trabalhado pelas empresas, sua exploração se exemplifica como o uso da psicologia das cores e demais elementos que proporcionam o ganho de identidade visual.

A recomendação é que as empresas construam a identidade visual da marca, mas que também façam uso da arquitetura para aprimorar a experiência nos ambientes físicos.

Conheça as vantagens de usar o marketing sensorial

Após a compreensão do significado conceitual do marketing sensorial e como ele acontece por meio da exploração dos cinco sentidos, é momento de destacar as vantagens vistas por quem os utiliza.

Cabe enfatizar que é necessária a análise de contexto para a implementação das estratégias de marketing, pois somente assim as técnicas adotadas podem fazer sentido para a realidade organizacional.

1. Fomentar o desejo de compra

O primeiro e principal benefício com a exploração do marketing sensorial é a influência que é gerada no comportamento e no processo de decisão dos consumidores.

Tendo em vista as movimentações do mercado, a disputa entre empresas e marcas tem se tornado cada dia mais acirrada e, por consequência, os negócios tornaram-se mais desafiadores.

2. Criar vínculos com o consumidor

Estar conectado com o público ajuda as empresas a contarem com maiores oportunidades de fechamento, uma vez que é trabalhado neste ponto os relacionamentos interpessoais, viabilizando a manifestação mútua de interesse.

Ao investir no marketing sensorial dentro dos cinco sentidos, as empresas estão trabalhando para gerar vínculos com o consumidor e oferecer melhores condições aos times de venda.

3. Ganhe vantagens competitivas e comparativas

Com o modelo econômico vigente em boa parte dos países democráticos, o livre-comércio, existe a finalidade de pôr fim aos monopólios e oligopólios e fomentar a livre comercialização de bens e serviços.

Considerando as movimentações de mercado e o posicionamento de empresas concorrentes e similares, o processo de qualificação de parceiros e fornecedores que é feito pelos clientes é dificultado.

Para driblar os obstáculos, as marcas devem agregar valor naquilo que está sendo ofertado, isto é, investir no ganho de vantagens competitivas e comparativas por intermédio da exploração dos cinco sentidos.

Considerações finais

O marketing é um recurso altamente necessário para as empresas, o que pode ser justificado pela intersecção entre a área de atuação e o escopo atendido pelos times comerciais.

Contudo, o marketing sensorial apresenta-se como o recurso que permite a exploração dos sentidos humanos para promover melhores experiências aos clientes e consequentemente viabilizar vendas em menor tempo. Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Responder