Saiba o que o Centro do Rio de Janeiro pode te oferecer!

Se você se permitir, é possível explorar locais incríveis no centro do Rio de Janeiro, onde conhecerá mais um pouco da história desse destino maravilhoso.

Em uma viagem, geralmente, as pessoas desejam somente se divertir ou participar de atrações com aventura, mas existem outras maneiras de aproveitar um destino por completo.

Isto é, ao mergulhar na cultura e na história de uma cidade, você acaba se encantando ainda mais por essa viagem.

Dessa forma, essa é a maneira que você tem de conhecer mais do destino escolhido e se divertir bastante. E se quiser ficar mais perto das atrações invista em apartamentos na planta no Rio de Janeiro, no centro tem ótimos empreendimentos que estão a todo vapor.

Portanto, vamos conhecer algumas das principais atrações do centro do Rio de Janeiro.

Esses locais com certeza irão transformar o seu olhar em relação ao que pensa sobre o Rio de Janeiro.

Algumas das construções que recebem destaque são o Mosteiro de São Bento, Chafariz do Caminho da Glória e os Arcos da Lapa.

Com isso, esses lugares possuem o objetivo de contar um pouco sobre o começo da cidade e como tudo era no início.

Portanto, essa região costuma misturar tanto o passado como o presente, a exemplo da Zona Portuária, que foi revitalizada e apartamentos novos surgiram na região.

A Zona foi uma área revitalizada nos Jogos Olímpicos de 2016, e por isso contempla muitas atrações.

Vamos conferir abaixo o que fazer no Centro do Rio de Janeiro.

Zona Portuária do Rio

Como foi dito acima, a Zona Portuária do Rio foi uma área revitalizada com o foco nos Jogos Olímpicos de 2016, mas existem outras coisas interessantes sobre a região.

Esse é um local que traz consigo uma riqueza enorme de patrimônios imateriais e materiais de todo o Rio de Janeiro.

Na verdade, a Zona é considerada um palco para as manifestações dos artistas locais.

É lá também que encontramos a Praça Mauá, marcando o início da Avenida Rio Branco.

Perto da Praça Mauá, temos também o Boulevard Olímpico, que é um calçadão com 3,5 quilômetros, cuja construção também foi em 2016 para os Jogos Olímpicos.

Esse pode ser um ótimo ponto de partida caso você queira passeio a pé ou de bicicleta pela Orla Conde.

Mural Etnias

Falando em Orla Conde, é lá também que temos o Mural Etnias, cujo artista responsável grafiteiro foi o Eduardo Kobra.

Com uma média de três mil metros quadrados, esse painel está no Guinness World Record (o Livro dos Recordes), com a posição de maior mural grafitado do mundo.

Essa obra de tornou uma atração muito importante ao longo dos jogos olímpicos, e está no mesmo lugar até hoje.

Museu de Arte do Rio (MAR)

O Museu de Arte do Rio (MAR) é uma cobertura de cimento que chama muito a atenção dos visitantes da Praça Mauá.

Esta é uma ponte com o objetivo de interligar dois prédios com estilo arquitetônico diverso.

De um lado, temos o palacete Dom João VI, com design eclético e é tomado, abrigando salas de exposição do MAR.

Do outro, o seu edifício vizinho é a Escola do Olhar, com estilo mais moderno e que era, originalmente, um terminal rodoviário.

Ao longo de quatro andares do palacete, você pode conhecer algumas exposição temporárias, mas também obras do acervo permanente.

Dentre essas obras mais antigas temos as aquarelas, de Santiago Calatrava, e as famosas esculturas de Aleijadinho.

Já no terraço do Museu, temos o Restaurante Mauá, que tem especialização na culinária brasileira.

Caso você opte por fazer alguma refeição do Restaurante Mauá, terá uma vista privilegiada para o Morro da Conceição e o Museu do Amanhã.

Museu do Amanhã

O projeto do Museu do Amanhã teve como responsável o espanhol Santiago Calatrava, com a finalidade de unir tecnologia e arte.

Com as suas instalações que permitem a interação, esse lugar é uma ótima alternativa para aqueles que desejam fazer passeio em família.

AquaRio

O AquaRio é uma atração muito procurada na área portuária, sendo o maior aquário marinho da América Latina, contando com 28 tanques ao todo.

Nele você pode visitar o local e tirar muitas fotografias interessantes, principalmente no túnel de acrílico embaixo do tanque de arraias e tubarões.

Cais do Valongo

O Caio do Valongo é um sítio histórico, e em 2017 conquistou o título de Patrimônio Mundial Cultural.

Esse espaço, inclusive, foi uma das principais entrada para escravos entre os anos de 1811 e 1843.

Com a descoberta somente em 2011, no período de revitalização da Zona Portuária, esse é um importante testemunho da diáspora africana fora da África.

Saara

Em direção à Central do Brasil, você chega até o Centro Histórico do Rio de Janeiro, onde temos o Saara, maior shopping da cidade a céu aberto.

Com a sua formação de onze ruas, você encontra mais de 800 lojas, e quase todas elas de comércio popular.

O local, em sua origem, era ocupado pelos imigrantes, em que montavam negócios pequenos a fim de sustentar as famílias no século XIX.

Gostou de conhecer um pouco melhor o centro do Rio? Então corre para o nosso Blog e confira as novidades.

Reply