noComentários

 Proptechs: tecnologia no setor imobiliário impulsiona o mercado

Startups do ramo imobiliário são fundamentais para recuperação do setor no Brasil

Tecnologia, inovação, Proptechs

As startups tomaram conta do mercado brasileiro nos últimos anos. Inovação e escalabilidade são os principais fatores para o sucesso no mercado. E dentro desse meio, o setor imobiliário conta com proptechs que são startups que surgem para dar suporte ao segmento em diversos aspectos. 

E o número de proptechs no país vem crescendo. Segundo os dados do Mapa das Construtechs e Proptechs 2021, produzido pela Terracotta Ventures, há 839 startups atuando no setor imobiliário brasileiro, um crescimento de 235% em cinco anos. 

É possível encontrar diferentes soluções no setor, desde startups de financiamento até gestão de empreendimentos, fotos profissionais de imóveis, entre outras. Aqui você vai ficar por dentro de como as proptechs funcionam e quais são os seus principais benefícios para os consumidores. 

O que são proptechs? 

A palavra proptech vem da junção das palavras em inglês “property” e “technology”, o que traria um significado como “tecnologia de propriedade”. Basicamente, as proptechs são startups que buscam trazer inovações para o setor imobiliário com o auxílio da tecnologia. 

Dessa forma, as proptechs podem trabalhar em diversas subáreas do setor imobiliário para promover soluções eficientes e inovadoras. Como toda startup, as proptechs buscam “atacar” uma necessidade dos consumidores, apresentando uma solução que seja eficiente e facilite todo o processo. 

Como funcionam as proptechs? 

As proptechs servem para facilitar os processos que envolvem o ciclo de vida imobiliário. Com isso, essas startups utilizam tecnologias diversas, como Internet das Coisas, blockchain, inteligência artificial, big data, entre outras, para solucionar problemas, trazendo mais rapidez e diminuindo a burocracia dos processos. 

Dessa maneira, podemos encontrar no mercado proptechs que intermediam contratos de aluguéis e venda e financiamento de imóveis, por exemplo. Também é possível encontrar startups do gênero que foquem em oferecer uma gestão integrada de empreendimentos. 

Também há proptechs que auxiliam no financiamento de obras e reformas de imóveis. Assim como existem startups que ajudam no processo de documentação de imóveis, apresentando soluções que agilizem processos burocráticos, como locação e financiamentos, por exemplo. 

Cada uma com seu foco de atuação, as proptechs encontram uma necessidade não atendida ou mal atendida do consumidor e usam a tecnologia para melhorar a experiência do cliente. 

Qual é a diferença entre proptechs e construtechs? 

Muitas pessoas se confundem, mas proptechs e construtechs são startups com ideais diferentes. Apesar de estarem ligadas ao ramo imobiliário, as proptechs são focadas em oferecer uma ampla gama de serviços de gerenciamento e inovação de processos do setor imobiliário. 

Já as construtechs são startups focadas no processo de construção de imóveis, sendo startups que focam em oferecer soluções para construtores e empresários, auxiliando em todos os processos, que vão desde o projeto no papel até a construção de casas, prédios e condomínios de imóveis. 

Quais são as principais vantagens das proptechs para os consumidores? 

As proptechs trazem diversas vantagens para o consumidor na sua busca por imóveis no mercado. Confira abaixo quais são os principais benefícios destas startups:

Serviços online 24h 

O ponto chave de uma proptech é a tecnologia, e as soluções oferecidas por estas startups são criadas no ambiente da internet. Com isso, estão online 24h por dia, podendo ser utilizadas a qualquer momento e de qualquer lugar. 

Isso pode otimizar bastante os processos de aluguel e compra de imóveis, já que permite que o consumidor possa iniciar o processo online, e, dependendo da solução, até mesmo fazê-lo 100% online. 

Otimização de tempo 

Seguindo o tópico acima, a possibilidade de lidar com os processos imobiliários pela internet é algo que otimiza o tempo de todos. Dessa maneira, o cliente pode visitar imóveis, fazer um tour virtual, dar entrada na documentação online e fazer a assinatura online do contrato, tudo com muita rapidez e comodidade. 

Menos custos 

Além da otimização dos processos no que diz respeito a tempo e praticidade, as proptechs também oferecem soluções com um custo mais baixo. 

Em comparação com empresas tradicionais do setor, o consumidor pode pagar juros muito mais baixos em financiamentos e aluguéis, além de ser isento de diversas taxas cobradas nesses processos. 

É óbvio que as proptechs são startups fundamentais para o segmento imobiliário. Com elas, o setor pode almejar um crescimento exponencial a curto e médio prazo. E, claro, os consumidores também são beneficiados com serviços rápidos e menos burocráticos, tendo uma melhor experiência no dia a dia.

Responder