noComentários

Sítios arqueológicos para conhecer no Brasil

passeio, turismo, ônibus

Saiba mais sobre 4 lugares surpreendentes que podem ser o seu próximo destino turístico

No Brasil, o que não faltam são destinos turísticos que reúnem atrações e belezas naturais de encher os olhos. Além de belíssimas praias, rios e cavernas, o turismo nacional tem diversas opções de sítios arqueológicos. Já conhece algum?

Caso esteja se perguntando, os sítios arqueológicos são lugares onde foram encontradas pinturas rupestres ou outros vestígios dos primórdios da ocupação humana, como ferramentas, peles, entre outros utensílios. Estes locais, riquíssimos em cultura e história, são perfeitos para aprender mais sobre as origens e caminhos percorridos pela humanidade. 

Por isso, não pense duas vezes antes de pegar carro ou ônibus para visitar um destes locais. Saiba mais sobre alguns dos principais sítios arqueológicos do Brasil e planeje sua próxima viagem:

Parque Nacional da Serra da Capivara (Piauí)

Com cerca de 130 mil hectares, o Parque Nacional da Serra da Capivara é um Patrimônio Mundial Cultural que ocupa parte de quatro municípios do Estado do Piauí. Ele é considerado não apenas o maior, mas o mais importante conjunto de sítios arqueológicos do Brasil (são cerca de 400), que abrigam as pinturas rupestres mais antigas de toda a América do Sul. 

Os visitantes têm acesso a três circuitos: Desfiladeiro da Capivara, Baixão das Andorinhas e Baixão da Pedra Furada, que é a parte mais famosa e mais visitada por conta da Pedra Furada (cartão-postal do Parque). As milhares de pinturas rupestres registradas por ali mostram muito do dia a dia nos primórdios com cenas de caça, sexo e dança. 

O parque está sob tutela do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e consta na Lista do Patrimônio Mundial da Unesco desde 1991. 

Parque Nacional do Catimbau (Pernambuco)

O Parque Nacional do Catimbau fica a menos de 300 km do Recife, capital do estado pernambucano. Atrás apenas da Serra da Capivara, ele é o segundo maior parque arqueológico do país. Os visitantes podem conhecer as trilhas entre canyons e paredões de pedra, que revelam as pinturas rupestres registradas no local. 

A melhor época para visitar o parque é de dezembro a junho, quando a vegetação está no auge por conta das chuvas mais frequentes. Apesar de ser um destino belíssimo e cheio de história, ao longo de seus mais de 60 mil hectares, o parque ainda é pouco explorado pelos turistas brasileiros. 

Parque Arqueológico do Solstício – Amapá

Considerado o Stonehenge do Amapá, o Parque Arqueológico do Solstício fica no interior do município de Calçoene. São mais de 100 rochas de cerca de 4 metros de altura fincadas no chão formando um círculo. 

Existem diversas teorias sobre o local e sua origem. Uma delas afirma que uma das pedras se alinha à trajetória do sol no solstício de inverno, afirmando a ideia de que as pedras eram utilizadas como uma espécie de calendário e observatório. 

O local ainda é cercado por muitos mistérios e, por isso, é o destino perfeito para quem gosta de criar teorias sobre a origem das coisas.

Sítio Arqueológico Pedra Pintada – Roraima

O Sítio Arqueológico de Pedra Pintada fica em Pacaraima, cerca de 140km da capital de Roraima, Boa Vista. Pode ser considerado um dos principais sítios arqueológicos do Brasil por conta da riqueza de vestígios encontrados por ali. 

Além das famosas pinturas rupestres nas rochas, o local abriga diversos utensílios, como cerâmicas, instrumentos como machadinha, entre outros artefatos, tudo abrigado pela imensa formação rochosa de 100m², que chega a 35 metros de altura. 

Algumas das pinturas rupestres, por exemplo, começam no chão e chegam a quase 10 metros de altura. Uma placa colocada pelo Iphan dentro da caverna conta que elas foram registradas nas paredes com uma mistura feita de rochas avermelhadas trituradas, gordura de animais e água.

Responder